Rede Nacional de Incubadoras e Aceleradoras

Rede que liga e viabiliza mais de 150 incubadoras e aceleradoras portuguesas distribuídas por todo o país, constituindo-se como um fator decisivo para a taxa de sucesso de ideias e startups inovadoras. 

O que é?

Rede Nacional de Incubadoras identifica, mapeia e interliga as incubadoras e aceleradoras existentes no país, criadas por iniciativa de universidades, pólos científicos e tecnológicos, pelas autarquias, empresas privadas ou entidades estrangeiras. O seu papel é promover a cooperação e a partilha de recursos e conhecimento dentro da rede, a fim de melhorar os recursos e serviços disponibilizados aos empreendedores e empresas incubadas. 

As incubadoras e aceleradoras ajudam as startups a desenvolverem as suas ideias e os seus negócios, fornecendo serviços de mentoria, orientação estratégicaformaçãoI&D, parcerias, network e financiamento. Para as startups essencialmente num estágio inicial, ter acesso à incubação pode ser o fator de sucesso.

Qual a diferença entre Incubadora e Aceleradora?

Consoante o estágio de desenvolvimento de uma startup, esta deve procurar os serviços de apoio de uma incubadora, de uma aceleradora ou de outros programas de apoio. 

Organizações públicas ou privadas que disponibilizam apoio estruturado ou customizado, de relativamente longo prazo, para startups num estágio inicial.

A rede nacional de Pólos de Inovação Digital (digital innovation hubs – DIH) disponibiliza serviços de incubação. Saiba mais aqui.

Organizações públicas ou privadas que fornecem um programa intensivo, estruturado e de curto-prazo, que induz o rápido crescimento das startups.

Inclui várias tipologias de iniciativas de apoio ao empreendedor. Podem ser programas de curta-duração (geralmente de dois dias a uma semana), oferecendo mais suporte estratégico e incluindo competições, bootcamps, eventos, seminários e workshops. Ou podem ser incentivos públicos de apoio às startups, assim como medidas políticas para fomentar o empreendedorismo.

tipologias de apoio a startups

Tipologias de apoio a startups

 

Fonte: Startup & Entrepreneurial Ecosystem Report | 2021

Serviços prestados pelas Incubadoras/Aceleradoras

  • Espaços de coworking
  • Eventos e networking
  • Rede mentores
  • Apoio financeiro
  • Suporte estratégico e ao modelo de negócios
  • Serviços de marketing e comunicação
  • Serviços de contabilidade e jurídicos
  • Programas de aceleração
  • Apoio à prototipagem

ESTUDO SOBRE EMPREENDEDORISMO

“PORTUGAL, THE BEST PLACE TO STARTUP"

ESTUDO SOBRE EMPREENDEDORISMO

“PORTUGAL, THE BEST PLACE TO STARTUP"

Capa de estudo sobre o empreendedorismo nacional

Aceda à Lista de Incubadoras e Aceleradoras

Aceda ao Empreendedorismo em Números

Obtenha mais informação sobre a Rede Nacional de Incubadoras e Aceleradoras

Explore também

Ecossistema português de startups

Portugal é cada vez mais um local de destaque pela sua qualidade de vida, segurança, clima, cultura, talento e ambiente favorável aos negócios, o que tem sido fator determinante para a criação de um ecossistema de startups dinâmico e em forte expansão.

ESNA - Europe Startup Nations Alliance

Tem como propósito projetar a Europa no panorama do empreendedorismo mundial, apoiando as startups europeias na sua afirmação e competitividade no mercado global. 

Rede de investidores

Os investidores não devem ser vistos estritamente como injetores de capital nas startups, mas também como agentes indispensáveis ao desenvolvimento da ideia e do negócio, nomeadamente em termos de gestão, vendas, gerir para escalar, acesso a pessoas e mercados. 

Apoio ao empreendedor

Captar investimento, reter talento e capacitar o empreendedorismo nacional.