digitalização do mar

Simplifica e acelera processos, promovendo as atividades do mar.

O que é?

Programa para a transformação digital da governação do mar português, nas suas diferentes valências, de estudo científico e observação oceânica, monitorização e conservação, ordenamento marítimo, exploração sustentável dos seus recursos e gestão das atividades desenvolvidas no mar.

A digitalização do meio marinho simplifica e acelera processos, promovendo as atividades do mar. Envolve a digitalização de procedimentos, o acesso e análise de dados, identificação de novos produtos e serviços em prol da economia azul.

De destacar:

  • Plano de Situação do Ordenamento do Espaço Marítimo (PSOEM): instrumento que permite acompanhar o ordenamento marítimo. Enquanto domínio público, o mar deve estar disponível para o exercício de atividades económicas. Saiba mais no Geoportal.
  • Balcão Eletrónico do Mar (BMar): com mais de 100 serviços online, o BMar permite cadastrar as atividades do mar e gerar documentos como cartas de navegador de recreio, títulos de aquicultura, licenças de pesca profissional ou lúdica, certificados de navios e de marítimos e licenças de estação de rádio.

Domina o digital?
Teste e certifique os seus conhecimentos.

Benefícios

  • Manter e atrair os cidadãos e o tecido produtivo para as atividades tradicionais e emergentes 
  • Aumentar a educação, formação e literacia do oceano 
  • Estimular o conhecimento científico e o desenvolvimento tecnológico 
  • Melhorar a análise de mercado, novos produtos e serviços através de novas ferramentas de intelligence 
  • Aumentar a capacidade de monitorização remota do oceano e áreas costeiras 

promotores

Entidade coordenadora:

Entidades envolvidas:

Explore também

BUPi

Ferramenta gratuita para identificar e registar os seus terrenos e prédios rústicos. 

Estratégia Nacional de Smart Cities

Generalizar a utilização de tecnologias digitais na gestão do território português.